Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Dj Silver’

 

Eu não ia escrever nada sobre o Festival The Join, porém me sinto na obrigação de divulgar a nota de esclarecimento liberada pela produção da festa sabendo o alto índice de visitas que este Blog possui em Goiânia, Brasília, São Paulo e Tocantins onde é o meu foco de trabalho. 

Antes preciso esclarecer que – O Blog cicuta não possui parcerias com nenhuma casa noturna ou produtora de eventos, pois este não é minha intenção enquanto blogueiro. Este é um Blog pessoal com idéias e fatos gerais.

Então . . . Vamos ao que interessa.

NOTA DE ESCLARECIMENTO
The Join Festival

O The PUB e a DJ Laurize vem através deste, agradecer o suporte de seus parceiros, assim como todas as pessoas que marcaram presença no Festival The JOIN nos dias 18, 19 e 20 de Dezembro.

Gostaríamos de informar que Tony Moran e Bill Hallquist partiram de nossa cidade muito contentes com o resultado e deixaram dezenas de elogios para a galera que balançou a pista nestes últimos dias e que não conteu forças para finalizar em nosso AFTER no The PUB, onde o DJ André Queiroz e os residentes fizeram da manhã de domingo uma extensão da noite de Sábado, finalizando com muita energia e alegria os três dias de evento.

Esperamos que esta experiência se repita novamente nos anos que estão por vir, e que tudo seja parte do aprendizado, pois é partindo desta idéia que o The PUB e a DJ Laurize esperam a cada ano criar condições agradáveis para que nossa sociedade possa entender a importância de abrir mais espaço cultural e turístico na cidade de Goiânia.

O festival, como vários eventos, tem seus imprevistos, porém muitas vezes o controle foge de nossas mãos e por esta razão gostaríamos de repassar que o som foi finalizado antes do desejado devido forças externas.

Foi ordenado por um órgão de segurança que o evento fosse terminado naquele horário através de um oficial superior com a explicação de que em poucas horas um evento filantrópico seria iniciado no estádio Serra Dourada, e todos deveriam evacuar o local para que a segurança do evento fosse organizada.

Tentamos evitar alegando as cláusulas de nosso contrato com o Estádio Serra Dourada, mas fomos pressionados, e prezando pela integridade física das pessoas que ali estavam, optamos, com muito pesar, em seguir as orientações deste oficial e não tivemos outra opção.

Devido este constrangimento, houve atraso na abertura do The PUB para o AFTER, pois estávamos programados sem a expectativa de que seriamos forçados a finalizar a festa no Estádio com meia hora de antecedência.

Acreditamos no entendimento de todos e esperamos que nos próximos eventos, situações como esta não venham a acontecer. Porem, não podemos deixar de lembrar que foram três dias de muita gente bonita, um ambiente agradável e muito carinho de todos as pessoas que abrilhantaram nosso evento.

Atenciosamente,

Equipe The PUB & DJ LAURIZE

 ——

Realmente a produção da The Join esta de parabéns.

Sabemos que a festa no Serra teve encerramento ás 5:30h por pura homofobia da Policia Militar.

É claro, precisamos que esta informação seja repassada para que as pessoas que se deslocaram de outros estados não pensem que Goiânia não possui fôlego para continuar a festa em um After ou que houve falta de organização.

Feedback – A produção do evento deveria ter informado ao público ( na festa) o porque do término naquele horário. Não somos seres imorais que possam causar constrangimento a um evento solidário ás crianças no Natal. E outra, a mídia local deveria direcionar a nota publicada pela produção da The Join, isto é HOMOFOBIA e não podemos nos calar diante deste fato.

As pessoas merecem respeito e os meios de comunicação que estão inseridos neste processo precisam difundir e discutir estes fatos infelizes que somos obrigados a passar.

Fui  ao Festival no sábado.

Umas das mais FABULOSAS produções já vistas em Goiânia e olha que minha presença é freqüente na noite Goiana, independente do segmento, assim como em outros estados e não deixamos a desejar. Goiânia esta de parabéns.

Eu nunca havia ido há uma festa que me respeitasse enquanto cliente. Digo isso em relação ao bar. DETESTO FILA. ( todas as “megas produções” que alguns produtores dizem fazer sempre pecam) E neste ponto a equipe The Join mostrou que economia não se faz com o público. Merecemos respeito e este a organização fez questão de prestar com muita categoria.

Adorei o som dos Dj´s convidados. Mas cá pra nós. Nosso Rei Silver ARRASOU! Abriu a pista e deixou saudades com gosto de quero mais, mereceu palco interativo (daqueles que cospem fogo e sputinique. Tipo produções das festas do Pará – quem não conhece joga no google) Laurize foi  ALGO não tem como explicar, talvez a palavra FANTÁSTICA seja adequada.

Outra dica para as produções e casas noturnas de Goiânia. *Nossos Dj´s são os artistas maiores das festas. São eles que seguram o público e fazem a noite acontecer. É uma classe desvalorizada. Sem eles, os empresários não seriam nada.

Pelo amor de Deus! Valorizem nossa arte. DJ é artista e eu enquanto artista e ativista da arte grito. Quanto mais NOME nossos Dj´s tiverem mais valorizados serão e mais público as casas noturnas terão com seus residentes. É uma questão de lógica, é uma questão de gestão.

Eles merecem a mesma evidência e interação com a produção (telões, vídeos, flyers que os outros Dj´s.)

Cachê de Drag Queen é maior que cachê de DJ. Ambos são artistas e quem põe a pista pra ferver é o som e este só eles sabem fazer.

Então é isso pessoal! Que as produções desta grandeza sejam continuas. Todos puderam ver que público e categoria nós temos.

The Join – Eu quero a próxima!

Esley Zambel*

Read Full Post »

 

Ontem dia 14/12/2009 aconteceu no Bar Athena em Goiânia o evento do  

 C A D A (Centro de Apoio ao Doente de AIDS), onde a entrada para o evento foram 2 KL de alimentos não perecíveis que são direcionados aos Portadores do Vírus HIV que necessitam de auxílio.    

 

Foi a primeira vez que tive a oportunidade de participar. Fiquei surpreso com o número de pessoas que compareceram e em conversas com amigos fiquei sabendo que o público é bem maior, pois em outras edições o Bar chegou  a lotação máxima.

O projeto de apoio do Bar Athena teve como tema AJUDAR É CHICK, projeto este que sempre conta com o apoio da Boate The Pub que também promove ações sociais.

A noite estava repleta de Celebridades, Margosa Simpsom a drag mais “gostosa” de Goiânia marcou presença com um longo vermelho levando no peito a temática da noite, Patrick Costa e a equipe The Pub/ The Join Festival, Dj Lean, Thiago Ferreira e Érika Lins eram pura simpatia . Dj Silver (O Rei da Noite) como sempre deu um Show na pick up e mostrou que Solidariedade combina muito com boa música. Os vídeos da noite tinham como tema Viver com AIDS É possível, com o preconceito não. Vídeos que promoviam a inclusão social e a quebra de paradigmas em relação à doença. 

O que me chamou atenção é que percebi que nem todos que marcaram presença na noite contribuiram para o projeto. Alguns cometários me assustaram, que eram do tipo – Ah! Ninguém merece chegar com sacolinha na mão.

Pelo Amor de Deus gente, PARA TUDO! Como assim? É um evento solidário. A noite era voltada ao C A D A. A doação de alimentos era o tema principal.

E outra, AJUDAR É CHICK.

SER SOLIDÁRIO É TENDÊNCIA.

Você sabe o que é o C A D A?

 

O C.A.D.A. (Centro de Apoio ao Doente de AIDS), começou fundamentalmente com o despertar de uma mãe cuidando de seu filho portador do vírus HIV, no Hospital de Doenças Tropicais de Goiás (HDT), no ano de 1988, onde ela começou a observar outros portadores que eram discriminados pela própria família, amigos e sociedade em geral, e literalmente abandonados no hospital. Com isto, esta mãe, partindo de uma iniciativa própria, começou a fazer pequenas campanhas com os profissionais da área de saúde e sociedade no sentido de dar suporte material e emocional tentando levar a essas pessoas abandonadas um mínimo de dignidade. Em janeiro de 1993 pessoas ligadas à sociedade tiveram conhecimento da causa desenvolvida por essa mãe, juntando-se a ela com a proposta de montar uma casa onde pudessem acolher as pessoas portadoras do vírus HIV que não tinham condições de se manter.

Em maio do mesmo ano, o sonho foi realizado com a ajuda de várias facções da sociedade, sendo inaugurado o C.A.D.A.. De 1993 até hoje, já pudemos ajudar com apoio moral, humano e material mais de 600 portadores (recebidos através de triagem feita pelo serviço de Assistência Social do HDT), dentro da casa, conseguindo na maioria das vezes a reintegração destes portadores na sociedade, com condições de trabalho digno, além de apoiar hoje cerca de 200 famílias de portadores, fornecendo cestas básicas e medicamentos.

Atuando em Goiânia-GO, O C.A.D.A. conseguiu se estruturar como um lar para os portadores, e não apenas mais um hospital. Sua sede conta com 18 leitos, sala de estar, salão de atividades onde os internos tem aulas de alongamento, pintura, bordado, artesanato, etc. . A preocupação aqui, é fazer com que os internos se sintam em casa, onde poderão contar com a família C.A.D.A.. Como toda instituição não governamental, o C.A.D.A. sobrevive de doações. Com uma despesa mensal na ordem de R$ 5.500,00 (onde se incluem despesas com funcionários, água, energia elétrica, telefone, material de limpeza, alimentação, medicamentos e necessidades básicas dos internos), são organizados regularmente eventos como shows, desfiles, jantares, etc., para angariar fundos para sua sobrevivência.

O C.A.D.A. promove, ainda, a distribuição de cestas básicas e orientação jurídica e psicológica. Além do apoio as pessoas portadoras do vírus HIV/Aids o C.A.D.A. desenvolve um importante trabalho de prevenção junto à comunidade através da disponibilização de voluntários para a realização de palestras em escolas, centros comunitários, empresas e demais casas de apoio.

Então é isso pessoal, é um projeto sério que tem o intuito apenas de ajudar quem precisa.

Estamos em uma era de perigo onde o risco bate a porta. Quem vê cara não vê AIDS. Previna-se!

 

Parabéns ao C A D A – Athena – The Pub – e a todos os envolvidos no projeto.   

Seja solidário. Viver com AIDS É possível, com o preconceito não.

  

Particularmente já tenho um tino Solidário e convido a todos a experimentar a sensação de DOAR, seja o tempo, a boa ação, financeiramente, uma palavra, um gesto de carinho.

Entre no site do C A D A conheça a instituição, procure um lugar onde você possa fazer a diferença. Eu já enviei meus contatos e minha disposição.

Esqueça a demagogia e as belas palavras. Doar é um gesto de vontade.

Ser solidário é tendência!

Acesse o site do C A D A – http://www.cada.com.br/cada.htm

Contatos C A D A – Informações e Doações – 6232491499 – apoio@cada.com.br

Dica do Post

Nas lojas Americanas estão a venda sacolas retornáveis por R$1,99 cada. Comprei várias, final de ano é muito presente e doação e como prevenir é preciso e você sempre tem que levar algo pra alguém, é uma bela sugestão, as estampas variam desde frases ecológicas a imagens contemporâneas.

Ah! Sabe aquela sacola da CK, Colcci, DG, CeA, Gucci, que jogamos fora? Então… Guarde-as, assim quando você for doar, já tem onde levar com elegância e boa vontade.

 —

Esley Zambel * Ajudar é Chick, então SIJOGA

Read Full Post »