Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘TALENTO’ Category

Borboletas de Sol de Asas Magoadas‏ - Festival do Teatro BrasileiroSinopse: O travesti Betty recebe em sua casa seus visitantes-espectadores. Através de uma conversa informal, expondo particularidades de seu cotidiano, Betty pretende humanizar sua figura, desmistificar as travestis, romper clichês e preconceitos. A atriz recebeu pelo espetáculo o Prêmio Açorianos “Atriz Revelação” – RS e foi indicada ao Prêmio Qualidade Brasil- Melhor Atriz de Comédia – São Paulo.

“Borboletas de SOL de Asas Magoadas” nasceu como projeto de graduação de Evelyn Ligocki no Departamento de Arte Dramática da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Em 2012 o espetáculo completa 10 anos de existência e continua a ser aprimorado por Evelyn Ligocki, atualizado e inovado a cada temporada. Borboletas foi baseado nas entrevistas e conversas da pesquisa de campo e em improvisações. Com o público, o texto ganha novos tons entre uma apresentação e outra.

 SERVIÇO:  

Borboletas de Sol de Asas Magoadas‏ – Festival do Teatro Brasileiro – CENA GAÚCHA

Teatro Goiânia Ouro, Rua 3 CENTRO – 21 Horas

Censura: 14 anos

R$20 Interira

R$10 Meia

Ficha Técnica

Gênero: Drama

Faixa etária: 14 anos

Tempo de duração: 60 minutos

Ficha Técnica

Atuação, concepção e criação – Evelyn Ligocki
Direção – Evelyn Ligocki
Iluminação – Eduardo Gabriel Alves
Assistente de Produção — Ipê Andrade
Produção — Evelyn Ligocki

Por Esley Zambel

Read Full Post »

Antes de qualquer esplanação, crítica ou sugestão, vamos fazer uma pequena análise de algumas profissões fazendo alguns questionamentos.
Algum administrador de empresa pode fazer uma neurocirurgia sem formação?
Algum técnico em edificação pode extrair dentes, colocar aparelho ortondôntico sem formação?
Algum cabeleireiro pode receitar medicamentos sem a graduação necessária?
NÃO!
Respeite meus ouvidos!
Um disc jockey ou disco-jóquei  (DJ ou dee jay) é um artista profissional que seleciona e roda as mais diferentes composições, previamente gravadas para um determinado público alvo, trabalhando seu conteúdo e diversificando seu trabalho em radiodifusão em frequência modulada (FM), pistas de dança de bailes, clubes, boates e danceterias.
Atente-se aqui para o fato de que, além do talento musical obrigatório a um DJ em se conhecer aproximadamente o tempo das composições que ele pretende mixar durante sua apresentação, o mesmo também deve conhecer onde, quando e se uma composição ou determinada versão desta possui uma região (geralmente sem vocal, com batidas secas e pouco ou nenhum aparecimento de guitarras e teclados) popularmente conhecida como quebrada, onde é possível entrar a próxima composição sem que o resultado fique confuso (com dois vocais de canções diferentes “falando” ao mesmo tempo, por exemplo). Este capricho é obrigatório para profissionais que fazem mixagens ao vivo, tanto com vinil quanto com CDs.
O DJ deve conhecer canções o suficiente para saber como e quando mixá-las, deve sentir a vibração do público que o está ouvindo, e saber mudar um estilo na hora certa, para que a pista não esvazie. Deve ser o mais eclético possível, ou deixar bastante claro ao seu público e ao seu contratante qual é seu estilo ou tendência.

A nova safra de “DJS” invadiu Goiânia. SOCORRO!!!! Modismo ou mercado aberto?
Para Allan Pércio, 9 anos de carreira, o excesso de se achar “DJ” é um modismo, mas que deste modismo sairão  novos e bons profissionais, diz não se sentir ameaçado e que o mercado atual pode absorver  os que realmente são bons e manter os que nele já existem e citou dois novos do mercado, Thiago Bessa, que foi seu aluno e Diogo Ferrer pelo carisma e repertório.
DJ Leanh 8 anos de carreira acredita que novos talentos sempre são bem-vindos. Afirma que o que matém o DJ no mercado  é o estilo próprio e o diferencial ao se apresentar. “Temos excelentes DJ´s na cena goiana e para poder se encaixar no mercado, o DJ precisa se impor e mostrar que veio para fazer a diferença.” O público não é bobo  e não aceita cópias ou profissionais ruins. Cita Marcelo Brazil pelo carisma na cabine e som alegre,  Suzy Prado por ser uma mulher linda e ter presença e está trilhando um estilo próprio.

Então “FIKAADICA”…  ao  colocarem a sigla DJ antes de seu nome saiba o peso que estas duas letras podem significar. Formação/graduação leva tempo, estudo e dedicação. O artista é um profissional como outro qualquer. Não pense que o mercado irá te aceitar por você ter um corpo bonito e tirar fotos sem camisa. Na hora do frevo ou da colocação os olhos se fecham e a percepção do corpo e mente são os ouvidos, pois são eles que te levam a viajar nas notas musicais. Ser popular é necessário, mas ter qualidade é outro departamento.

 

wikipedia – Pesquisa e fragmentos

 

Por Esley Zambel, ator, produtor e Gestor de pessoas.
PS: Começo minhas aulas no próximo mês. Vou estudar para ser DJ. Amo a noite!  Rs

Read Full Post »

Este post começa com um “Q” de um todo especial.

Volto a repetir que durante este tempo em que estive sem tempo, foram momentos de muita reflexão e produção.

Assim como foi falado em Posts anteriores estive envolvido em um outro projeto que chegou em sua fase final.

A primeira versão desta construção ficou pronta. Após meses de pesquisas e muito trabalho nossa equipe conseguiu unir profissionais de diversas áreas para que o resultado fosse preciso e direcionado ao nosso público-alvo, os gays.

Goiânia tem uma população de 1,2 milhões de habitantes, sendo que 99% é urbana e estima-se que 600 mil são homossexuais.

Com base nestes dados, chegamos a conclusão de que este tão precioso público estava carente de um veículo de comunicação.

Nestes próximos dias entra no ar o site SiJoga.com

-Sobre o site

Primeira imagem do site sijoga.com

A idéia de criação do site partiu de uma grande vontade de uma pessoa ligada a noite Goiana, unificando assim com o desejo e a carência que nossa cidade possui de ter um meio de comunicação de fácil acesso, convidamos profissionais de diversas áreas para que a diversidade e o respeito fossem nosso carro chefe, para a tomada deste projeto, SiJoga.com.

Com profissionais da noite, Jornalistas, Artistas e Comunicadores nossa intenção é prestar um serviço informativo, claro e diversificado. Assumidamente gay, nossa página tem a intenção de prestar um serviço sem protecionismo ou superficialidade, prezando sempre pelo respeito e bom senso.

Sabendo do valor e grandiosidade que nosso público alvo possui, assumimos o compromisso com os goianos. Nossa página conta com uma alta gama de formadores de opinião, militantes e personalidades, estes apenas colaboradores, nossa responsabilidade é manter esta página sempre atualizada, com artigos sociais e esclarecedores do meio GLBT e também sobre a diversão e comportamento, seremos a intimidade e o guia da diversão.

No site você encontra todos os segmentos que esta cidade possui. Tomamos também a liberdade de indicar lugares e eventos que possuem qualidade e respeito e que apoiam nosso projeto.

O site promete interação com o público. Pessoas que pensam, escrevem, possuem bom gosto e dão opinião serão bem vindas, pois o nosso espaço é um canal direto com a sociedade, para isto, entre em contato e mande seu artigo, este será analisado e discutido, para assim, ser possivelmente postado.

Sugestões, opiniões e críticas serão sempre bem-vindas independentes do teor, acreditamos que todos tem o direito de expor seu pensamento.

SiJoga.com vem para dar uma nova roupagem na mídia GLS que nossa cidade possui, para que chegássemos nesta primeira versão do site efetivamos pesquisas e chegamos a conclusão que Goiânia estava carente de uma ligação com a sociedade como um todo entre eles os políticos, empresários, produtores e personalidades, sendo assim, optamos por uma página simples e interativa para que a comunicação seja feita de forma honesta e transparente.

Convidamos a todos a viajar neste divertido mundo do entretenimento com responsabilidade social, para isto, basta uma simples atitude, SIJOGAR.

Queremos suprir a necessidade que alguns profissionais possuem em se expressar, como Djs, produtores, Hostess, garçons, gerentes, vigilantes de carros, seguranças, empresários, para isto teremos um espaço super carinhoso onde estes poderam dar sua opinião e falarem o que quiserem.

O blog cicuta não irá findar-se, neste primeiro momento terei que me dedicar mais ao sijoga, pois sou diretor de produção do projeto. Volto e posto sempre que possível, adoro escrever e com tanta personalidade assim, apenas a cicuta irá dar conta.

1° Vídeo de promoção do site –

Não se esqueçam….

Sijoga.com – Todos se encontram aqui, pois para ser feliz, basta uma simples atitude SIJOGAR.

Contato: contatosijoga@gmail.com

Abraços e até a próxima!

Esley Zambel*  SiJogando

Read Full Post »

O MINUTO E A CIDADE

Festival do Minuto: a resposta

O vídeo é o pincel, o lápis, o cinzel e, mesmo, o cinema do século 21. O vídeo circula pela internet como meio de convocação, de simples comunicação ou de pura expressão. É um modo da criação e da descoberta de si, do outro, da vida e do mundo. Laboratório sem limites da invenção sem fronteiras, é também uma privilegiada praça pública de discussão.

Em 2009, o Festival do Minuto trouxe para o MASP a exposição 1000 minutos de 80 países. Em 2010, propomos uma reflexão sobre a CIDADE.

A cidade era uma solução, está virando um problema. E quanto maior a cidade, maiores os problemas. Morar, deslocar-se, trabalhar, sonhar, amar: tudo pode transformar-se em pequenas aventuras, às vezes trágicas.

Nosso humor e paciência são desafiados a cada segundo quando circulamos pelo espaço público. Excesso de água, de carros, de gente e uma montanha de outros excessos em todos os cantos aumentam significativamente nossos índices de frustração e diminuem significamente a qualidade de nossas relações e das coisas que podemos fazer juntos na cidade. Montanhas de excessos e montanhas de carências interpõem-se entre a idéia de Cidade e cada um de seus habitantes. E, no entanto, a cidade é nossa realidade…

Na grande galeria de arte contemporânea do MASP, que um dia já foi chamada de hall cívico, vídeos selecionados do acervo do Festival serão exibidos como modo de estimular e convidar as pessoas a realizarem seus próprios vídeos-respostas sobre a cidade. A idéia da interatividade é, aqui, central – tanto quanto a da exposição que, enquanto se realiza, cresce com a participação daqueles mesmos que a vêem. Ver e fazer estão em convergência.

Os melhores vídeos-respostas serão integrados semanalmente à exposição, num monitor destacado. E haverá um prêmio especial para o melhor dentre todos os vídeos enviados ao longo do evento.

Os vídeos devem ter duração máxima de 60 segundos, incluindo créditos. Devem ser enviados para o site
http://www.festivaldominuto.com.br
até o dia 2 de abril de 2010. O vídeo vencedor será exibido na exposição a partir do dia 7 de abril.

Marcelo Masagão

Criador e curador do Festival do Minuto

Teixeira Coelho

Curador-coordenador do MASP

Agradeço imensamente ao convite dos curadores Marcelo Masagão e Teixeira Coelho pelo convite ao coquetel de inauguração da exposição O MINUTO E A CIDADE – Festival do Minuto que irá acontecer no MASP – nesta quarta ás 19h.
Fica meu abraço e meu apreço de sucesso a este formidável projeto.
Esley Zambel*

Read Full Post »

Há exatos 370 dias atrás neste mesmo horário estava em uma sala de um hospital com 2 médicos 1 anestesista e 3 enfermeiras.

A  mais intensa cirurgia da minha vida.

O bisturi que percorreu meus membros as mãos que retiram minhas veias não fizeram apenas um procedimento cirúrgico. Este fato mudou minha vida.

A mudança desde o dia 10 de Fevereiro foi intensa.

A vida tem basicamente 2 caminhos de livre escolha.

Um é quase errado – acomodado e alienado.

Um é quase certo –  ousado e liberto.

Não vou relatar os detalhes desta mudança. Nem fazer aniversário de certas datas.

Reza a lenda que não devemos comemorar aniversário de coisas ruins.

Quero apenas dar um conselho.

Mude…

Mas comece devagar,

porque a direção é mais importante

que a velocidade.

 

Sente-se em outra cadeira,

no outro lado da mesa.

Mais tarde, mude de mesa.

Quando sair,

procure andar pelo outro lado da rua.

Depois, mude de caminho,

ande por outras ruas,

calmamente,

observando com atenção

os lugares por onde

você passa.

Tome outros ônibus.

Mude por uns tempos o estilo das roupas.

Dê os teus sapatos velhos.

Procure andar descalço alguns dias.

Tire uma tarde inteira

para passear livremente na praia,

ou no parque,

e ouvir o canto dos passarinhos.

Veja o mundo de outras perspectivas.

Abra e feche as gavetas

e portas com a mão esquerda.

Durma no outro lado da cama…

depois, procure dormir em outras camas.

 

Assista a outros programas de tv,

compre outros jornais…

leia outros livros,

Viva outros romances.

Não faça do hábito um estilo de vida.

Ame a novidade.

Durma mais tarde.

Durma mais cedo.

Aprenda uma palavra nova por dia

numa outra língua.

Corrija a postura.

Coma um pouco menos,

escolha comidas diferentes,

novos temperos, novas cores,

novas delícias.

Tente o novo todo dia.

o novo lado,

o novo método,

o novo sabor,

o novo jeito,

o novo prazer,

o novo amor.

a nova vida.

Tente.

Busque novos amigos.

Tente novos amores.

Faça novas relações.

 

Almoce em outros locais,

vá a outros restaurantes,

tome outro tipo de bebida

compre pão em outra padaria.

Almoce mais cedo,

jante mais tarde ou vice-versa.

Escolha outro mercado…

outra marca de sabonete,

outro creme dental…

tome banho em novos horários.

Use canetas de outras cores.

Vá passear em outros lugares.

Ame muito,

cada vez mais,

de modos diferentes.

Troque de bolsa,

de carteira,

de malas,

troque de carro,

compre novos óculos,

escreva outras poesias.

Jogue os velhos relógios,

quebre delicadamente

esses horrorosos despertadores.

 

Abra conta em outro banco.

Vá a outros cinemas,

outros cabeleireiros,

outros teatros,

visite novos museus.

Mude.

Lembre-se de que a Vida é uma só.

Se você não encontrar razões para ser livre,

invente-as.

Seja criativo.

E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa,

longa, se possível sem destino.

Experimente coisas novas.

Troque novamente.

Mude, de novo.

Experimente outra vez.

 

Você certamente conhecerá coisas melhores

e coisas piores do que as já conhecidas,

mas não é isso o que importa.

O mais importante é a mudança,

O movimento,

O dinamismo,

A energia.

Só o que está morto não muda !

 

Edson Marques

Estou tentando ser o amante de todos os portos, coração navegante de todos os navios. Tenho tentado voar, porque nada é pesado pra quem tem asas.

Predominantemente romântico, tenho acumulado memórias e guardado sentimentos.

Não existem motivos pra chorar, porque no fim não existe nenhuma razão.

Tudo que morre é sagrado e remove as montanhas.

Arrumando as malas, recolhendo o juízo.

Não há lugar melhor no mundo do que a nossa casa do que a casa da gente.

Dica do Post –

 

 

 

 

 

 

Esley Zambel* In Pessoal bem pessoal. {instantes extremos de insana lucidez}

PS: Eu não estou triste e nem  melancólico, hoje estou cansado e reflexivo, resiliente.

Read Full Post »

Para tudo de novo!

 

BBBibas – Ai que tudo.

A sorte esta lançada e o jogo já começa com prova do líder e gafe da produção.

O que foi Bial todo empolgado chamando a vinheta do programa BBB10 e do nada entra a vinheta do BBB9? No meio do caminho eles arrumaram.

 

Gorfei litros.

CHOKADO!

Cabeças irão rolar, era o buchicho nos bastidores do programa.

Então gente, é um BBB bem diferente. “Esse é um ‘BBB’ com um alfabeto diferente: é A, B, C, D, E, F, GLS…”, brincou Pedro Bial em conversa com os novos brothers.

Sabemos que existem 3 homossexuais assumidos na casa, Dicersar, Sérgio (eu vou chamar de Serginho) e Angélica.

O BBB já começou segregando tudo na prova do líder, os Belos, os Malhados, os Ligados, Os COLORIDOS e blá blá blá, ai gente que preguiça, achei podre, bom mesmo é se misturar, achei este equivoco maior que a vinheta da edição passada na chamada do programa.

Mas eu estou aqui pra falar de um dos participantes que é o meu preferido.

Sérgio. Gente tem fã clube? Eu quero. Que gracinha de pessoa, tão natural. Tão além né? auhuahauahauhaua 

Sérgio Francischini, de 20 anos. Homossexual assumido, o estudante paulistano, adepto do visual diferenciado já era famoso na internet muito antes de ser convocado para o reality show. Mas para achá-lo, é preciso procurar por Sr. Orgastic, apelido que aderiu  depois de participar da festa Orgástica no extinto Atari Club, em São Paulo.

Sérgio se tornou celebridade postando vídeos e fotos em seu Fotolog (http://www.fotolog.com.br/orgastic_desire/20768708). Sr. Orgastic gosta de ser registrado em situações de glamour, como bebendo champagne numa limusine. Nos vídeos, gosta de dar dicas antenadas aos seus seguidores. Abaixo ele indica a rede social Ualah!, uma espécie de Twitter nacional. “Modernidade é o futuro”, ele diz.

Fonte: EXTRA ON LINE

Link –

Neste Link ele mostra seu quarto. Super Rock né?

Adapto a Wicca e fã muito fã de Marilyn Maison ele mostra sua intimidade.

Então, por enquanto ele é meu preferido.

Salve! Salve! Sérgio – Sr. Orgastic

Dica do Post – http://www.fotolog.com.br/orgastic_desire/20873013

Foto Log do Serginho.

Esley Zambel* Ai eu quero aquele cabelo pra mim. “Modernidade é o futuro”,

(a foto é inspirada nele – Orgastic)

Read Full Post »

A estréia do Show no Canecão foi sucesso absoluto. Depois de passar por 6 capitais Maria Bethânia chega a Brasília para encerrar sua turnê de 2009.

O espetáculo “Amor Festa e Devoção” terá duas apresentações na maravilhosa sala Villa-Lobos no Teatro Nacional Cláudio Santoro.

Este Show resulta dos dois últimos trabalhos de Bethânia intitulados de TUA e ENCANTERIA. O primeiro, com o título da canção homônima de Adriana Calcanhoto, traz um repertório de canções de amor. Já o segundo, de celebração e festa, ganhou o nome de uma das canções e letras de Paulo César Pinheiro presentes no disco. Os álbuns trazem 22 canções, todas inéditas.

Amor Festa e Devoção “São palavras que me dão norte e que têm como subtexto a fé, a esperança e a caridade, características fortes em minha mãe”, explica Bethânia – que dedica o show à Dona Canô. “Isso explica a energia e o seu estado de espírito para com a vida, os 102 anos de idade. Só agora consigo traduzir em música, intenção e gesto tudo que ela representa para mim”.

Bia Lessa assina a Direção e o Cenário do espetáculo o roteiro ficou por conta da própria Maria Bethânia com Fauzi Arap, Lauro Escorel, premiado diretor de fotografia de cinema, assina a iluminação do show.

E é esse olhar inovador que Maria Bethânia trouxe para este show, acompanhada de uma banda menor – sob a regência de seu maestro Jaime Alem – que privilegia sua voz e a assinatura ímpar de sua interpretação, com mais espaços e silêncio, num clima mais intimista. Um cenário com poucos elementos reflete a simplicidade desse momento, com um quê de uma pequena cidade do interior e um pé na urbanidade. Uma referência a Santo Amaro, a Dona Canô e também à pluralidade dos ritmos no seu canto.

É o chão salpicado de rosas vermelhas, a madeira de tábua envelhecida, o manto também com rosas vermelhas e pequenas luzes internas que alternam cores, posição e ritmo. No cenário também há vários pequenos quadros com fotos de Anna Mariana (de fachadas de casas populares do interior do Nordeste) retratando a fé, as pessoas e as coisas do Brasil. Detalhes tão presentes no canto dessa intérprete que, com novas abordagens musicais, se embrenha pela musicalidade de um Brasil remoto, interiorano, caipira, sertanejo, litorâneo. E que vai buscar canções desconhecidas ou à margem de um País urbano, porém repleto de religiosidade.

Maria Bethânia a nossa DIVA diz “ A voz não é minha é das sereias”, e julga-se predestinada a música, em entrevista a revista BRAVO.

 

“Nasci para o que faço. Já na infância, me comportava de maneira incomum. Andava maquiada por Santo Amaro como uma vedete, confeccionava minhas próprias roupas e imitava os personagens das peças que o grupo local de teatro montava. O povo da cidade morria de vergonha. Evitavam a minha companhia. Somente o Caetano me apoiava. Eu avisava: “Não adianta reclamar, pessoal! Sou do palco, vou viver do palco”. Não suspeitava ainda que iria cantar. Pretendia virar trapezista. Circo me atraía muitíssimo. Uma ocasião, caí de amores por um palhaço, o Poli, mal o avistei no picadeiro. Paixão doida, de cinema! Fiquei tão envolvida que arrumei um jeito de conhecê-lo sem máscara. Era um homenzinho calvo, quase sexagenário. “Vou fugir com o senhor!”, repetia. O coitado, lógico, apenas gargalhava. Quando o circo partiu de Santo Amaro, me desmanchei de tanto chorar.”

 

 

Bethânia diz que os custos de seus espetáculos são de ópera e que sem os patrocínios não seria possível realizar.

FOTO: AMOR FESTA DEVOÇÃO - Mauro Ferreira

“A plateia pede um cenário elegante, uma iluminação de primeira, um som magnífico. Qualidade tem preço. Para subir num palco, preciso ensaiar 40 dias ou mais. Você sabe o que significa arcar com 40 dias de estúdio, técnicos, equipamento, músicos? Um absurdo! “Ah, a cantora também leva uma bolada.” Leva? Quem menos ganha é a cantora. Com despesas tão elevadas, você julga viável depender só da bilheteria? Não há Canecão lotado que cubra um espetáculo. Não há teatro no país que cubra – e olhe que os ingressos não são baratos, infelizmente. Sem patrocínio, amargaríamos prejuízo caso quiséssemos manter o alto nível dos shows. E, sem a lei(Lei Rouanet), não conseguiríamos patrocínio nenhum. Zero! Portanto…”

O Show Amor Festa e Devoção é considerado um dos mais intimistas e profundos de toda sua carreira.

Bethânia tem o poder de tocar a alma das pessoas, de fitar as cores em preto e branco pela sua voz poética e pela sua figura desconstruída de DIVA.

Maria é só talento, voz e palco. Amor festa e devoção. 

E para conferir as últimas apresentações de 2009 teremos que ir a Brasília nossa Capital Federal, o  magnífico Teatro Nacional abriga nossa cantora maior nos dias 17 e 18 de Dezembro. Quem puder ir, é garantia de arrebatamento, não apenas pela Bethânia que já fala e emociona por si só, mas também pelo clima formidável que é Brasília em Dezembro e também pela sala Villa-Lobos que de todas em que pude me apresentar, foi a que me tirou a alma pela boca e me fez delirar.

  • Serviço –

 

Maria Bethânia – Show “Amor Festa Devoção

Data: 17 e 18 de Dezembro
Hora: 21h
Local: Teatro Nacional – Sala Villa Lobos – Brasília DF

  • Ingressos
  • Inteira: R$ 300,00
  • Meia: R$ 150,00

 

Meia-Entrada válida para estudantes, professores, portadores de dificuldades de locomoção, idosos, e doadores de 1 Kg de alimento não perecível.

Portador do Cartão OUROCARD tem desconto de 30% (trinta por cento) no valor de inteira (um ingresso por cartão).

Será exigida e apresentação de documento na compra e na entrada.

Telefones: (61) 3365-2993 / 8156-9563

Valores dos ingressos sujeitos à alteração sem aviso prévio.

Censura: 12 e 13 anos acompanhados dos pais ou responsável legal. Não será permitida a entrada de menores de 12 anos.

PS: Parte do artigo é do release do espetáculo enviado pela produção do Show ao Blog Cicuta.

 

 

 

Dica do Post – CD Encanteria

Hoje é dia de festa, então a minha preferida de Bethânia tem que ficar marcada.

Cartas de Amor – Fernando Pessoa

 

Maria Bethânia

Todas as cartas de amor são Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem Ridículas.
Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras, Ridículas.
As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser Ridículas.
Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso Cartas de amor Ridículas.
Afinal, só as criaturas que nunca escreveram Cartas de amor,
É que são Ridículas.

Porém não tive coragem de abrir a mensagem
Porque, na incerteza, eu meditava
Dizia: “será de alegria, será de tristeza?”
Quanta verdade tristonha
Ou mentira risonha uma carta nos traz
E assim pensando, rasguei sua carta e queimei
Para não sofrer mais

Quanto a mim o amor passou
Eu só lhe peço que não faça como gente vulgar
E não me volte a cara quando passa por si
Nem tenha de mim uma recordação em que entre o rancor
Fiquemos um perante o outro
Como dois conhecidos desde a infância
Que se amaram um pouco quando meninos
Embora na vida adulta sigam outras afeições
Conserva-nos, caminho da alma, a memória de seu amor antigo e inútil

 
 
 
 
 
 
 
Esley Zambel* Vamos ver Bethânia?

Read Full Post »

Older Posts »