Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Sociedade’ Category

Borboletas de Sol de Asas Magoadas‏ - Festival do Teatro BrasileiroSinopse: O travesti Betty recebe em sua casa seus visitantes-espectadores. Através de uma conversa informal, expondo particularidades de seu cotidiano, Betty pretende humanizar sua figura, desmistificar as travestis, romper clichês e preconceitos. A atriz recebeu pelo espetáculo o Prêmio Açorianos “Atriz Revelação” – RS e foi indicada ao Prêmio Qualidade Brasil- Melhor Atriz de Comédia – São Paulo.

“Borboletas de SOL de Asas Magoadas” nasceu como projeto de graduação de Evelyn Ligocki no Departamento de Arte Dramática da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Em 2012 o espetáculo completa 10 anos de existência e continua a ser aprimorado por Evelyn Ligocki, atualizado e inovado a cada temporada. Borboletas foi baseado nas entrevistas e conversas da pesquisa de campo e em improvisações. Com o público, o texto ganha novos tons entre uma apresentação e outra.

 SERVIÇO:  

Borboletas de Sol de Asas Magoadas‏ – Festival do Teatro Brasileiro – CENA GAÚCHA

Teatro Goiânia Ouro, Rua 3 CENTRO – 21 Horas

Censura: 14 anos

R$20 Interira

R$10 Meia

Ficha Técnica

Gênero: Drama

Faixa etária: 14 anos

Tempo de duração: 60 minutos

Ficha Técnica

Atuação, concepção e criação – Evelyn Ligocki
Direção – Evelyn Ligocki
Iluminação – Eduardo Gabriel Alves
Assistente de Produção — Ipê Andrade
Produção — Evelyn Ligocki

Por Esley Zambel

Read Full Post »

Então é NATAL? E Ano Novo também?

Tem coisa mais chata do que música natalina? Pelo amor de Deus, onde vamos parar?

Meu Feliz Natal no língua afiada vai pra todos…

Feliz Natal – a todas as lésbicas que pensam que são ogros, que não pedem licença, empurram. Que não pedem, gritam no balcão. Que quebram copos e acham que estão com a razão. Eu gosto mesmo é de Lady (GaGa). Eu gosto mesmo é de gente educada.

Feliz Natal – a todos os gays, que acham que são alguma coisa. Todos aqueles que gritam serem donos daquilo. Que usam a célebre frase: Você sabe quem eu sou?
Pelo tom das palavras não deve ser nada, quem é alguma coisa, logo, têm decência.

Feliz Natal – a todos que pensam que são estilistas. Que ditam moda por já ter trabalhado em shopping ou trabalham em agências capengas de moda. Moda é algo tão passageiro e individual que muda em cada estação. Pelo amor de Deus, demitem todas as Mirandas Priestlys homossexuais.

Feliz Natal –  a todos os VIPS da cidade. Que conseguiram pagar pelo menos uma vez a entrada de alguma festa e que prometeram ser fiéis em 2011.

Feliz Natal – aos decoradores que acreditam que balões são decoração de festa.

Feliz Natal – a todos os aproveitadores, oportunistas e mentirosos que criam ou usam situações para tirar vantagem. Que em 2011 sua voz desapareça e o papai Noel te presenteie com um bom livro da literatura brasileira.

Feliz Natal – a todos que pensam que trabalhar na noite é fácil. Que querem entrar no mercado e possuem o rei na barriga. Um beijo a todos que vão entrar no mercado, passar pelo canibalismo homossexual de VIPS e depois fechar.

Feliz Natal – aos queridos DJS. Que odeiam tocar Hits e não entendem que uma festa não é feita só de “colocadas”. Que o papai Noel possa te dar discernimento de mercado e entender que apenas as “suadas” e “saltitantes” estão curtindo seu som e que além do nariz de sua cabine existe um mar de gente que também gostaria de dançar.

Feliz Natal – a todos os “viajantex” que glorificam vibes Paulistas, Cariocas, Candangas, Mineiras, Estrangeiras, a todas que sugam VIPS goianas e vão gastar seus reais no mesmo calor de sempre.

Feliz Natal –  a todos que criticam a arte da cidade, que não conseguem diferenciar GaGa de Mad e Katy de Brity. Aliás, é apenas isto que sabem fazer. Diferenciar o igual, que o Papai Noel traga em seu imenso saco o MAGAZINE do O Popular e gramática básica para que possam ler que nossa cidade  pulsa cultura.

Feliz Natal – a todos que se afundam em pó (Royal) e não conseguem conversar na noite e choram o tempo todo quando amanhece, a todas que chupam doces e não param de empurrar e suar e todas que tomam água batizada e vomitam nos nikes, kildares e pumas da vida. Não solte PUM é proibido! Que o Papai Noel possa te dar uma rolha e um guia prático do viciado. De vez em quando ainda vai, de quarta a domingo falta paciência.

Feliz Natal – a todos que gritam pela igualdade e não conseguem respeitar quem está ao lado. Que Papai Noel possa te dar um banho de “Pó” mágico para que você entenda que assim como no restante do mundo, as pessoas não tiveram as mesmas oportunidades.

Feliz Natal – para pessoas como EU, que precisam em 2011 ter mais paciência com as diferenças. Porque pra se ter tempo pra escrever este tanto de felicitações é porque 2010 aconteceram várias mordidas na língua.

Feliz Natal e um Ano Novo cheio de realizações e que Goiânia possa ser melhor pra você.

Esley Zambel*

Administrador executivo e de produção site SiJoga.com

Ator, produtor e performer

Read Full Post »

Houve um tempo em que este Blog ficou fora de via, sem cria ou fantasia.

Está aberta a temporada Sem Meias Palavras.

O Blog Cicuta estará on line com o site sijoga.com  Acredita?

Comportamento: O comportamento é definido como o conjunto de reações de um sistema dinâmico em face às interações e realimentações propiciadas pelo meio onde está inserido. Exemplos de comportamentos são: comportamento social, comportamento humano, comportamento animal, comportamento atmosférico, etc. (ctrl C ctrl V – Wikipédia).
 
O ser humano é racional, social e atmosférico. Creiam! Começamos a coluna Língua Afiada para falar sobre VIP, ou quem se acha VIP.
Você é VIP?
 
VIP (da expressão inglesa Very Important Person tradução literal para “pessoa muito importante”), é uma sigla que designa pessoas importantes, influentes, ou altos funcionários com privilégios especiais. Expressão cunhada em 1933.
Conhecida praticamente em todo o mundo é usada também para designar lugares de alto luxo, de acesso exclusivo (Área VIP) ou mercadorias destinadas a pessoas VIP. É frequentemente usada em apresentações para designar lugares, quem pode ou não entrar nos camarins, etc. Um exemplo são os Lugares VIP (Obtida de “http://pt.wikipedia.org/wiki/VIP“).
Precisa falar mais alguma coisa? É claro que sim, porque o bicho homem além de ser racional ele é atmosférico, no sentido natural da palavra. E as pessoas da noite se acham atmosféricas. Falo com propriedade e veracidade de fatos.
 
Existem alguns fulanos e outros beltranos que enchem a boca pra falar “Eu sou VIP meu bem”. Pasmem! Quem trabalha na noite ouve isso com muita frequência. Eu costumo responder com humor, “Quem é você na noite?”
 
VIP em Goiânia se tornou obrigatoriedade pra quem é amigo de alguém ou conhecido de ninguén. Se tem VIP eu vou, caso contrário eu não vou. E se essa pessoa não vai a festa, não faz diferença nenhuma, eu vou explicar o porquê.
 
Sabem aquelas bees que são chamadas de “marrons” que trabalham o dia todo na cidade para ter dinheiro pra sair a noite? Então, elas nunca pedem VIP, pelo contrário, são essas que fazem questão de pagar, beber muito e dar lucro aos empresários porque elas querem “SIJOGAR” na noite e não dever satisfação a ninguém, satisfação esta que é associada a POSER (nariz em pé).
Sabem aquelas bees bicudas que usam da cabeça aos pés CK e Lacoste e andam de Peugeot? (algumas, porque a maioria saem de carona). São estas que tornam a vida de promoters, hostess, produrores, DJs, empresários, Drags e artistas num inferno nos finais de semana. Que povo chato! Elas começam a ligar na quinta-feira e só param no domingo e ainda têm a paxorra de pedir pra reservar VIP para próxima semana.
Se você fala que não tem VIP pro final de semana desligam o telefone na sua cara e se você cruzar com ela em alguma vibe nem te comprimenta.
 
Existe uma grande diferença entre querer ser VIP, poder ser VIP e ser VIP.
Uma certa vez ouvi da boca de uma ciclana a seguinte frase “Eu sou VIP porque faço parte do grupo das mais ricas de Goiânia”. Calma! Realiza! Se você é rica, porque você quer VIP?
Pessoas, CORTESIA não é associada a VIP. No quadro “Quem é você na noite?” Respondido por Ric Cavalcante (referência da noite) ele diz que ser VIP é ser tratado com educação, logo ele é muito VIP. E isto é a mais pura verdade.
Nenhuma casa noturna vive só de VIP/CORTESIA. Pagar para entrar numa festa faz bem. O que adianta se achar VIP, entrar com cortesia, não consumir nada na noite e ainda fazer bico para as marrons? Se toca né colega! Você acha que algum empresário ou produtor precisa de você no evento dele? Se você for um ex-BBB, Global, Artista, Formador de Opinião ou a Paris Hilton a resposta é sim. Caso contrário, você precisa de doses cavalares de bom senso e discernimento porque as marrons estão dando mais lucro que você na noite. De rosto bonito e nariz em pé as privates estão cheias, se você faz parte deste seleto grupo “sijoga” lá, porque você é VIP, EU NÃO.
 
Ser VIP: Pessoa ou lugar que possui um tratamento diferenciado com uma maior qualidade. A VIP pode ser comprada ou conquistada. Pra ser VIP primeiro você tem que ser educado. Segundo, ter pago para entrar em inúmeros outros lugares, inclusive onde você é VIP.  Terceiro, não atestar que está sem dinheiro e implorar cortesia. Quarto, ser rodeado de pessoas interessantes, porque se você pensa ser VIP logo você não é interessante, você quer se tornar interessante. Marcas tipo CK, Abercrombie, Colcci, Armani não compram VIP e por último e mais importante, consuma muito, mas muito mesmo. Elegância, simpatia e educação são portas de entrada com tapete vermelho em qualquer lugar, então adquira as suas com Glória Kalil, ela irá te fazer bem.
 
 
Respostas famosas de pessoas famosas:
 
Libera minha entrada?
– Eu não sou dona da boate.
 
Tem como você me passar lá?
– Desculpa! Eu não sou Marília Pêra.
 
Tem cortesia pra hoje?
– Não! Hoje eu só tenho VIP.
 
Posso ir com você? Ai você libera minha entrada.
– Vem cá… Eu te conheço?
 
 
 

Esley Zambel é ariano, ator, produtor e administrador do site sijoga.com e não tem VIP pra lugar nenhum nesta cidade.

Read Full Post »

Este post começa com um “Q” de um todo especial.

Volto a repetir que durante este tempo em que estive sem tempo, foram momentos de muita reflexão e produção.

Assim como foi falado em Posts anteriores estive envolvido em um outro projeto que chegou em sua fase final.

A primeira versão desta construção ficou pronta. Após meses de pesquisas e muito trabalho nossa equipe conseguiu unir profissionais de diversas áreas para que o resultado fosse preciso e direcionado ao nosso público-alvo, os gays.

Goiânia tem uma população de 1,2 milhões de habitantes, sendo que 99% é urbana e estima-se que 600 mil são homossexuais.

Com base nestes dados, chegamos a conclusão de que este tão precioso público estava carente de um veículo de comunicação.

Nestes próximos dias entra no ar o site SiJoga.com

-Sobre o site

Primeira imagem do site sijoga.com

A idéia de criação do site partiu de uma grande vontade de uma pessoa ligada a noite Goiana, unificando assim com o desejo e a carência que nossa cidade possui de ter um meio de comunicação de fácil acesso, convidamos profissionais de diversas áreas para que a diversidade e o respeito fossem nosso carro chefe, para a tomada deste projeto, SiJoga.com.

Com profissionais da noite, Jornalistas, Artistas e Comunicadores nossa intenção é prestar um serviço informativo, claro e diversificado. Assumidamente gay, nossa página tem a intenção de prestar um serviço sem protecionismo ou superficialidade, prezando sempre pelo respeito e bom senso.

Sabendo do valor e grandiosidade que nosso público alvo possui, assumimos o compromisso com os goianos. Nossa página conta com uma alta gama de formadores de opinião, militantes e personalidades, estes apenas colaboradores, nossa responsabilidade é manter esta página sempre atualizada, com artigos sociais e esclarecedores do meio GLBT e também sobre a diversão e comportamento, seremos a intimidade e o guia da diversão.

No site você encontra todos os segmentos que esta cidade possui. Tomamos também a liberdade de indicar lugares e eventos que possuem qualidade e respeito e que apoiam nosso projeto.

O site promete interação com o público. Pessoas que pensam, escrevem, possuem bom gosto e dão opinião serão bem vindas, pois o nosso espaço é um canal direto com a sociedade, para isto, entre em contato e mande seu artigo, este será analisado e discutido, para assim, ser possivelmente postado.

Sugestões, opiniões e críticas serão sempre bem-vindas independentes do teor, acreditamos que todos tem o direito de expor seu pensamento.

SiJoga.com vem para dar uma nova roupagem na mídia GLS que nossa cidade possui, para que chegássemos nesta primeira versão do site efetivamos pesquisas e chegamos a conclusão que Goiânia estava carente de uma ligação com a sociedade como um todo entre eles os políticos, empresários, produtores e personalidades, sendo assim, optamos por uma página simples e interativa para que a comunicação seja feita de forma honesta e transparente.

Convidamos a todos a viajar neste divertido mundo do entretenimento com responsabilidade social, para isto, basta uma simples atitude, SIJOGAR.

Queremos suprir a necessidade que alguns profissionais possuem em se expressar, como Djs, produtores, Hostess, garçons, gerentes, vigilantes de carros, seguranças, empresários, para isto teremos um espaço super carinhoso onde estes poderam dar sua opinião e falarem o que quiserem.

O blog cicuta não irá findar-se, neste primeiro momento terei que me dedicar mais ao sijoga, pois sou diretor de produção do projeto. Volto e posto sempre que possível, adoro escrever e com tanta personalidade assim, apenas a cicuta irá dar conta.

1° Vídeo de promoção do site –

Não se esqueçam….

Sijoga.com – Todos se encontram aqui, pois para ser feliz, basta uma simples atitude SIJOGAR.

Contato: contatosijoga@gmail.com

Abraços e até a próxima!

Esley Zambel*  SiJogando

Read Full Post »

O MINUTO E A CIDADE

Festival do Minuto: a resposta

O vídeo é o pincel, o lápis, o cinzel e, mesmo, o cinema do século 21. O vídeo circula pela internet como meio de convocação, de simples comunicação ou de pura expressão. É um modo da criação e da descoberta de si, do outro, da vida e do mundo. Laboratório sem limites da invenção sem fronteiras, é também uma privilegiada praça pública de discussão.

Em 2009, o Festival do Minuto trouxe para o MASP a exposição 1000 minutos de 80 países. Em 2010, propomos uma reflexão sobre a CIDADE.

A cidade era uma solução, está virando um problema. E quanto maior a cidade, maiores os problemas. Morar, deslocar-se, trabalhar, sonhar, amar: tudo pode transformar-se em pequenas aventuras, às vezes trágicas.

Nosso humor e paciência são desafiados a cada segundo quando circulamos pelo espaço público. Excesso de água, de carros, de gente e uma montanha de outros excessos em todos os cantos aumentam significativamente nossos índices de frustração e diminuem significamente a qualidade de nossas relações e das coisas que podemos fazer juntos na cidade. Montanhas de excessos e montanhas de carências interpõem-se entre a idéia de Cidade e cada um de seus habitantes. E, no entanto, a cidade é nossa realidade…

Na grande galeria de arte contemporânea do MASP, que um dia já foi chamada de hall cívico, vídeos selecionados do acervo do Festival serão exibidos como modo de estimular e convidar as pessoas a realizarem seus próprios vídeos-respostas sobre a cidade. A idéia da interatividade é, aqui, central – tanto quanto a da exposição que, enquanto se realiza, cresce com a participação daqueles mesmos que a vêem. Ver e fazer estão em convergência.

Os melhores vídeos-respostas serão integrados semanalmente à exposição, num monitor destacado. E haverá um prêmio especial para o melhor dentre todos os vídeos enviados ao longo do evento.

Os vídeos devem ter duração máxima de 60 segundos, incluindo créditos. Devem ser enviados para o site
http://www.festivaldominuto.com.br
até o dia 2 de abril de 2010. O vídeo vencedor será exibido na exposição a partir do dia 7 de abril.

Marcelo Masagão

Criador e curador do Festival do Minuto

Teixeira Coelho

Curador-coordenador do MASP

Agradeço imensamente ao convite dos curadores Marcelo Masagão e Teixeira Coelho pelo convite ao coquetel de inauguração da exposição O MINUTO E A CIDADE – Festival do Minuto que irá acontecer no MASP – nesta quarta ás 19h.
Fica meu abraço e meu apreço de sucesso a este formidável projeto.
Esley Zambel*

Read Full Post »

Em uma pesquisa de fins jurídicos e processuais, levando em consideração que nesta terra existe lei e que dando fé defende todos e quaisquer cidadãos que possua uma conduta dentro dos termos da lei e que condena todo aquele que se propõe a fazer o mal ou que ousa de forma clara e objetiva prejudicar o seguimento da vida de outra pessoa cheguei até o artigo de José Antônio Milagre que é extremamente interessante e me pareceu eficiente levando em consideração os termos da lei.

Leia abaixo –

Lei protege internautas contra perseguição na web
POR JOSÉ ANTONIO MILAGRE

Você já se deparou com um usuário na rede que acessa sempre a sala de chat em que você está e lá faz questão de insistentemente enviar mensagens provocativas a você? E aquela pessoa que bisbilhota todo o santo dia seu perfil no Orkut? Ou com aquele que lhe dá “Boa Noite, durma com meus anjos!” toda a noite no Twitter? Tudo isso gera uma certa insegurança e incomoda? Lógico que sim! Mas o que é isso a final?
Diferente do CyberBulling onde se tem uma ação ativa do agente, que provoca, ridiculariza, ofende e difama a vítima, por escritos, publicação de vídeos ou fotos, estamos a falar do Stalking, onde a violência é “sutil”, e muitas vezes só perceptível à própria vítima. Algo em comum? Ambas as práticas almejam abalar o “psicológico” da pessoa.
CyberStalking, nada mais é do que a versão digital do Stalking (caçada, do inglês), uma forma de violência suave, que atua à margem da Lei e na linha tênue que separa um elogio, aproximação ou manifestação com segundas intenções difamatórias e de abalo ao subconsciente e paz interior da pessoa, a chamada “marcação serrada”.
Imagine aquela pessoa que segue seus passos na rua, mas não lhe agride nem lhe ofende, só lhe segue…Imagine que ela sempre faz questão de cruzar por seu caminho, onde um simples “olhar” pode danificar mais do que qualquer palavra ou ato. O problema é que “olhar” não é crime! Ou seja, ao buscar a ajuda de alguém é comum que ouça “Mas ele está apenas sendo gentil…”, ou seja, somente a vítima sabe mensurar os danos que o stalker provoca.
Este é o Stalking, e ele tem se potencializado na Internet graças a falsa idéia de anonimato. Muitas vezes a vítima desconhece a imagem de seu perseguidor, chega até o escritório e quer processar um nickname, sem mais nenhum dado, o que de fato é impossível.
Conquanto a maioria das condutas não possam ser punidas, temos modalidades, porém, que passam a ser criminosas, como por exemplo, ligações noturnas ou e-mails enviados ou mensagens SMS e recados na secretária eletrônica. Aqui, as mensagens são em sua maioria subliminares ou com termos que só a vitima entende (como por exemplo, termos comuns entre um casal que namorou durante anos), e isto dificulta a atuação ou o interesse da Polícia. As motivações? Ciúme patológico, amor, desamor, ódio, vingança, inveja, ou até mesmo brincadeira.
Nos Estados Unidos, um Projeto de Lei em trâmite no Comitê Judiciário da Assembléia de New Jersey traz uma punição interessante aos Stalkers que forem condenados: Além da clássica “ordem de distância permanente com a vítima”, também não mais poderão enviar e-mails a esta pessoa! Criou-se a “Ordem de distância virtual”. Outra proposta, ainda, sugere a criação de um “cadastro” de e-mails de Stalkers.
No Brasil, esta brincadeira pode sair caro, onde já tivemos casos de processos por Stalking. A Lei de Contravenções Penais prevê o delito de perturbação de tranqüilidade, em seu artigo 65, prevendo uma pena de 15 dias a dois meses, sem prejuízo da indenização cível correspondente por danos morais. Logicamente, que os casos devem ser analisados em seu contexto, pois muitas denúncias, efetivamente, não passam de infundado temor.
Como se percebe, muitas pessoas são vítimas desta violência sem mesmo saberem ou conhecerem que a Lei as protege. Fique atento, converse com seus filhos, e em caso de violência psicológica pela Internet, registre os arquivos digitais, procure um especialista para apuração da autoria e registre a ocorrência.

José Antonio Milagre é analista de segurança da informação e advogado especializado em Direito Tecnológico e das Telecomunicações.

Para ter mais sustentabilidade e certeza dos fatos apresentei o artigo a um advogado que recorro sempre que necessito e de fato este tipo de agressão implica em punição legal dentro dos termos da lei.
Como tenho este hobby de ser blogueiro sempre me deparo com comentários hostilizadores e que afetam de certa forma a imagem pessoal e profissional que busco passar. Como todo bom e eficiente blogueiro sou amigo de outros blogueiros, pois somos defensores e militantes de uma mídia que sofre muitas agressões.

Acreditar que comentários e ofensivas ficam impunes é tolice.
Acreditar que todos tem o direito de opinar porque vivemos em uma era de liberdade de expressão esta correto, porém, não se pode esquecer da ética e moral que devem ser aplicadas a todos.
Perseguição pessoal é crime e é tratada pelos psicólogos como *Distúrbio Afetivo* crime que em alguns casos leva a internação em manicômio, claro, casos estes de extrema perturbação mental.

Fique experto em relação a ofensivas recebidas, perfis fakes de Orkut e outros sites de relacionamento. Comentários sórdidos e que possam de certa forma afetar sua moral. Tudo isso é caracterizado crime e a lei é clara nestes casos.

Apenas a imagem da lei é cega, pra quem não é leigo e não deixa a opressão ser fator de prejuízo é bem mais simples resolver as coisas. Nada que um bom advogado não possa resolver.
Se esconder atrás de uma tela de PC ou maquiar IP é uma atitude covarde e medíocre. A lei quebra este sigilo assim como quebra sigilo telefônico.

Fique atento!

“A competição é a paixão das almas nobres; a inveja, o suplício das almas vis.”

<pl
(Jean-François Marmontel)

Abraços e juízo penal a todos.

Esley Zambel*

Read Full Post »

 

Brigou com os pais, saiu de casa, vai estudar em outra cidade, casou, emancipou-se, decidiu ter mais liberdade e foi morar só ou dividir espaço com outra pessoa, você vai precisar de ajuda, troca de experiências, dicas para ter um bom convívio e ser feliz.

Então vamos lá…

O primeiro passo – Se organizar financeiramente. Coloque na ponta do lápis tudo que você têm, desde a poupança aos pertences que você poderá utilizar no seu novo lar.

Dica importante – Tudo é aproveitável, desde aquela “ARARA” velha da loja da sua tia que ela não usa mais e pode servir de guarda roupas aos utensílios de cozinha inutilizáveis pelas casas de parentes. Mande contato a todos, e-mail, recados pelo Orkut, avise as pessoas que você vai mudar e se elas têm algo que não utilizam mais que podem ser doados, você irá se surpreender com o que irá aparecer de doação. Desde televisão á faca de cozinha. Pode ter certeza que tudo o que você conseguir irá servir pra alguma coisa, nem que seja pra trocar em um “pregão” de móveis usados ou vender.

O local – Quem mora só por opção ou por obrigação, se você não for bem ajudado pelos pais irá precisar de um lugar barato. Pesquise pela sua cidade onde estão os alugueis mais em conta, as sobre lojas costumam ter preços super acessíveis além de não ter condomínio é uma opção de segurança. Se for dividido PELOAMORDEDEUS quartos separados.

Dica – Se for dividir aluguel muito cuidado com quem você coloca dentro de casa ou muito cuidado pra casa de quem você vai. A melhor coisa a fazer é optar pela indicação de alguém de muita confiança, pegue os contatos familiares da pessoa e Xerox de documentos, você pode precisar de tudo isso depois, acredite.  Coloque regras dos afazeres domésticos e manutenção do imóvel. IMPORTANTE! – Dê dinheiro, mas não dê intimidade. Tente optar por um colega parecido com sua personalidade, se você for uma pessoa organizada nunca coloque um ogro pra morar com você, sérios problemas de higiene pessoal podem acontecer e resolvê-los é MEGA desgastante. A melhor coisa na verdade é morar sozinho ou com alguém sociável. Se você não conseguir nenhum dos dois, fique na casa de seus pais e espere as condições melhorarem.

A escolha do colega de APT°- Gente, este assunto é sério. Se relacionar é muito complicado. Fuja das pessoas deprimidas, assumidamente egocêntricas, mal humoradas, frustradas, mimadas, aparentemente não higiênicas e que não conseguem ter uma planta. Observe o vínculo de amizades, histórico familiar, caso não seja possível recolher estes dados vá em uma mãe de santo ou ouça os conselhos de seus amigos, eles não erram, pode ter certeza. 

Dica- verifique a combinação de signo. Pra quem acredita dá super certo.

Móveis – Pra quem mora só não precisa de muita coisa. Não faz a Consumista e compra tudo e qualquer objeto que vê pela frente, acredite, se você trabalha e estuda não irá utilizar muita coisa. Siga os padrões modernos e Europeus, poucos móveis, com bastante estilo e aposte no espaço, você vai precisar de espaço, muito espaço, mais uma vez ACREDITE! Geladeira, fogão e microondas são essenciais. Não mude sem estes itens, fique sem cama, mas não fique sem geladeira ou você irá gastar muito com restaurante e sofrer com a falta da comida da mamãe. 

Dica- Obras de arte, Puf´s, mesas pequenas e de Bar. Cadeiras dobráveis, se você não tiver grana, peça doação pros familiares, amigos, sabe aquele brother artista plástico que todo mundo tem? Toda pessoa bem relacionada tem que ter um amigo Artista Plástico, por favor, néh? Peça um presente pra ele e com isso negocie outras obras, todos fazem trabalhos que não gostam e pensam que ninguém vai comprar. Uma boa moldura transforma qualquer rabisco em Arte. Fotos reveladas em tamanhos diferentes e molduradas também dão um super TCHAM na casa, aposte nisso. Customize móveis velhos e transforme-os em novos, pegue dica com aquela tia aposentada que vive fazendo curso de artesanato ou aquela amiga louca por pátina, algo de bom deve sair.

Geladeira- Se for usada muito cuidado com o motor dela sua conta de luz pode chegar a valores astronômicos, às vezes é melhor comprar uma nova e economizar na luz. Se for nova aconselho usar aqueles adesivos com formatos diferentes ou revele uma imagem que você gosta e coloque aqueles ímãs, se for usada e resolver pintar, a cor vermelha dá um ar super retro e fica TUDO, a foto da Madonna em preto e branco é formidável! Use e é certeza de sucesso.

Dica – Nas compras opte por coisas rápidas, baratas e nutritivas. Até porque se você trabalhar e estudar só vai chegar em casa a noite, e neste horário o que rola é um lanche néh? Pizzas, hamburguês, macarrão instantâneo, biscoitos, sucos não são nada nutritivos, porém te tiram da forca em certas horas de fome. Frutas, leite, granola, açaí congelado são alimentos que não podem faltar. Saiba; abrir a geladeira e ser assombrado pelo mostro do vento é horrível. Quando sua mãe, namorado (a), parente for visitar compre verduras e muita fruta, deixe a vista, você pode ter certeza que irá evitar duas horas de falação e conselhos na sua orelha da importância de se alimentar bem. Se você for dividir APT° façam uma compra básica, onde todos usam, como arroz, macarrão, óleo e produtos de limpeza, dividam a conta. Os itens chamados “supérfluos” como iogurte, queijos, cervejas, mini pizzas, precisam ficar separados na geladeira, nomeie prateleiras, pode parecer egoísta, mas é necessário. É horrível chegar cansado em casa querer comer aquele sanduíche, abrir a geladeira e nada. Caso for necessário utilizar algo que não é seu, comunique e reponha o mais rápido possível, evitar atritos é extremamente necessário na convivência. Quando for fazer comida sempre pergunte se seu colega aceita, questão de educação e cuidado com o outro.

Roupas e louças– Lavar roupas é a treva. Opte pelos finais de semana, as vezes chego a pensar que máquina de lavar é mais importante que geladeira. Se você divide o espaço combine o dia da semana para não chokar as intenções de uso. É importante recolher a roupa rapidamente depois de secar, o espaço precisa estar liberado quando seu colega for usar. Louças na pia é motivo de morte em certos casos, o melhor a fazer é lavar tudo que você sujar. Na cozinha tem que ter Post – it, não deu pra lavar a louça, saiu atrasado, deixe um recado na pia ou na geladeira pedindo desculpas e informando que você irá lavar quando retornar. Não gosta de lavar louça? Coma em restaurante ou viva de luz, ninguém é empregada de ninguém.

Dica – Poucos copos no armário temos o hábito de sujar tudo que vemos pela frente. Roupas mais delicadas lave a mão, uma hora você percebe que tudo esta com cara de velho e que sua ofensora é a máquina de lavar. 

Me empresta? – Então… Quando se divide o espaço este pedido é rotineiro. É super bom emprestar e pegar emprestado. Roupa é o mais utilizado. Jamais pegue sem pedir, existem coisas que nunca emprestamos. Se pegar pergunte se a pessoa não vai usar e qual o prazo pra devolução, até porque você vai precisar lavar, limpar, passar e depois devolver, programe-se.

Festas – Este item é importantíssimo. O aviso prévio é necessário. Se for fazer festa comunique com bastante antecedência e pergunte se a pessoa concorda, ofereça uma parceria de amigos, peça pra outra pessoa convidar alguns colegas dá super certo fazer isso.

Dica – Se a festa é só sua, limpe a casa e deixe tudo nos conformes, se a festa é coletiva divida os afazeres e mãos a obra.

Arrumação/organização da casa – Planilha com datas vai te servir. Faça uma reunião e verifique as aptidões de cada um. Divida por preferências, caso choque alguma tarefa faça sorteio e alterne durante o mês, se cada um tiver uma data e o que fazer,  nada fica em atraso. Isto inclui lavar banheiro, varrer a casa, tirar poeira. . .

Dica – Pagar uma faxineira/diarista é o que há. Se dividido nas despesas do mês não sai caro. Uma vez por semana é o suficiente caso vocês não sejam desordeiros ao extremo. Isto evita muita coisa e os finais de semana ficam pra diversão.

Som/barulho – Lembre-se sempre, você mora em comunidade e não sozinho. Se você gosta de Lady GaGa e seu colega de apt° curte Elis Regina, nada de som alto. Até porque personalidades diferentes e gosto musical não se discutem. Então restrinja seu som ao seu quarto, se for uma festa tudo bem, agora no dia a dia tem que ter respeito com os ouvidos alheios.

Dica- Não efetive guerras de som, não adianta, *Bad Romance* não compete com *Como nossos pais* quer ouvir alto? Compre um MP3 e seja feliz.

Namorados (a) e sexo casual – namorado (a) não é morador. Namorado (a) é visita. Finais de semana são as datas mais utilizadas para recebê-los (las). Se ficam nos finais de semana e durante a semana dormem e visitam mais 2 vezes ai já virou morador, pagar uma parte das contas a mais é bom até porque não é um namoro coletivo néh?

O sexo casual são fatos na casa de solteiros. Usar o espaço em horários onde seu colega não esta é super bom. Se for usar quando ele estiver pergunte se ele não se importa.

Dica – Procure não usar sua casa para sexo casual. Motel e a casa do “amigo(a)” colorido (a) é a melhor opção.

Banheiro – É muito importante que cada um tenha seus produtos de higiene pessoal, até porque cada um tem uma pele e uma textura de cabelo.  Produtos de beleza como cremes, escovas e afins deixe no seu quarto. Se for receber visita/namorado (a) oriente quais produtos deve usar no banheiro, usar o creme importado do colega ou a bucha de banho é outro motivo de morte.

Dica – Prateleira no banheiro. É só separar o que é seu e o que é do colega, cada um dentro do seu bom senso e educação saberá o que fazer.

Coisas como respeitar o horário de sono do outro e policiar o volume de tudo é muito importante.

O melhor de tudo é quando se encontra pessoas legais para conviver. Amigo ou colega de APT° é mais um integrante da família mesmo que distante, é quase casamento só que com mais regras e impessoalidade. Cuidar um do outro é essencial.

Estas são pequenas dicas de como morar sozinho e dividir APT°, espero que tenha ajudado. Caso não funcione e seja necessário uma “separação” seguem abaixo outras dicas.

Seja responsável e pague todas as contas proporcionais até sua saída antes do vencimento. Retire todas as coisas que são de sua responsabilidade e lhe pertencem. Nunca/em hipótese alguma/jamais deixe sujeira, lixo, objetos não identificados para trás, esta é uma questão de dignidade e boa criação. Informe os motivos e se possível dê feedback sobre a convivência.

Morar sozinho é um desafio. É necessário ter muita maturidade e educação para ter sucesso. Reflita muito antes de tomar qualquer atitude.

A experiência e evolução adquirida em morar fora da casa dos pais agrega muito valor a vida de qualquer um. Aproveite o máximo e busque sempre sua melhoria.

As dicas e experiências passadas podem parecer um pouco egoístas ou extremas, mas acredite, você só conhece alguém quando convive com ela, por isso, volto a repetir- Dê dinheiro, mas não dê intimidade.

Conviver com alguém é um exercício constante de paciência e boa vontade.

No mais… Boa sorte!

Esley Zambel* Desenvolvendo pessoas, aprimorando talentos. Há! Morri 3 vezes pra escrever isto 0/

Read Full Post »

Older Posts »